Aproveitando este dia de volta ao futuro para retomar os trabalhos…

Gosto do modelo de viagem no tempo tal como imaginado no filme “O Efeito Borboleta” e no seriado “Odissey 5”: um download da consciência em algum tempo passado (ou futuro). É o que acontece nas precognições e retrocognições autênticas. No dia em que a consciência entrar nas equações, a viagem no tempo será um conceito familiar aos seres humanos.

Vídeo descoberto e indicado para este blog por meu aluno Arthur de Freitas Andrade.

 

O depoimento a seguir é a melhor resposta. Também é um maravilhoso exemplo de gestão dos valores pessoais e de domínio do tempo subjetivo, dois fatores fundamentais quando se fala em administração do tempo.

http://www.ted.com/talks/lang/por_br/ric_elias.html


 

 

… é que o tempo é um só, e se não for usado será tirado de nós.”

Edward M. Hallowell, em “Sem Tempo Pra Nada – Vencendo a Epidemia da Falta de Tempo”, Ed. Nova Fronteira.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.